Notícias



Defesa de Mestrado Profissional: O impacto do comissionamento na operabilidade de uma plataforma de petróleo

Autor: Alexandre Rocha do Nascimento
Orientador: Antônio Márcio Tavares Thomé
Data e Hora: 27/09/2018 às 15h
Local: Sala da Estação Ambiental (NIMA)

 

RESUMO:

A indústria de petróleo e gás exige altos investimentos em projetos de investimento para o desenvolvimento de novos campos de petróleo. O retorno desses investimentos ocorre somente quando as plataformas iniciam a operação.  A operabilidade, a relação entre a produção de petróleo e a capacidade da plataforma, é um dos principais indicadores de qualidade de um projeto. No entanto, estudos recentes mostram que a operabilidade média das plataformas de petróleo em seu primeiro ano de operação está na faixa de 80% em comparação com uma expectativa de 90% dos patrocinadores do projeto. A implementação efetiva de um processo de comissionamento em projetos de plataformas tem sido apresentada como uma solução para garantir a operabilidade planejada. O objetivo deste estudo é identificar o impacto do comissionamento na operabilidade de uma plataforma de petróleo em seu primeiro ano de operação. Para isso, um estudo de caso, ex post facto, foi realizado em uma plataforma de petróleo com capacidade de produção de 150.000 barris por dia. As perdas de produção ocorridas durante o primeiro ano de operação foram coletadas e classificadas como erros operacionais ou falhas resultantes do processo de comissionamento. Por meio de uma ferramenta de simulação, foi realizada uma análise RAM para comparar a eficiência operacional projetada (97,8%) com a operabilidade baseada nos dados de falha coletados durante os 12 meses (80,4%). A partir dessa análise, foi possível identificar que as falhas relacionadas ao processo de comissionamento foram responsáveis por 75% das perdas adicionais de produção. Em termos de implicações práticas, este trabalho demonstra a necessidade de revisar as linhas de base de operacionalidade para refletir a taxa decrescente de falhas no início da operação e implementar ações de melhoria no processo de comissionamento.A conclusão é que o comissionamento tem um alto impacto na operabilidade da plataforma no primeiro ano de operação, e a implementação efetiva do processo é um fator crítico para o sucesso do projeto.